Perfume mudou o aroma? 8 razões que justificam!

Quantas vezes comprou um frasco daquele perfume favorito, mas foi surpreendido com a mudança no aroma? Você não é o único!

Recentemente, falei sobre os motivos dos perfumes mudarem o cheiro de pessoa para pessoa ou depois de comprar na loja. Há varias razões para justificar essa mudança no aroma. Nem sempre estamos enganados ou são coisas da nossa cabeça (olfato).

Muitas vezes, o aroma muda porque ele estragou. Sim, o perfume também estraga. Se quer saber de fato a razão dessa mudança, não deixe de ler o artigo até o final.

1 – Reformulado

Essa é uma das principais razões para seu perfume não ser o mesmo. Muitos já sabem disso, mas culpam marcas, lojas e casas de perfumaria. Isso não é um atitude correta.

Grandes perfumarias passam por esse processo de reformulação. Até mesmo o clássico Chanel nº 5 foi reformulado algumas vezes ao longo das décadas. Essa é uma estratégia bastante comum.

Se você possui um perfume com mais de uma década (ou até menos), com certeza já notou algo de diferente. Infelizmente não tem jeito, acostuma ou tenta achar um frasco da versão anterior.

2 – Eau de Toilette ou Eau de Parfum

Existem perfumes com versões Eau de Toilette e Eau de Parfum, como o próprio Sauvage, Dior, e Bleu, Chanel. As pessoas confundem achando que o aroma é o mesmo. Outras vezes, engana-se pensando que o Eau de Parfum é uma versão mais forte, concentrada ou com melhor fixação.

Eau de Toilette e Eau de Parfum, mesmo sendo o mesmo perfume, a formulação é diferente.

3 – Nacionalidade

“Perfumeiros” raiz já sabem, a procedência do perfume pode mudar o resultado final. Se ele é produzido no Brasil, Estados Unidos ou na China, o resultado final pode ser diferente.

4 – Edição Limitada

Isso pode causar certa confusão. A Jean Paul Gaultier, por exemplo, tem frascos semelhantes e também já lançou edições especiais de determinados perfumes. No final acaba confundindo o consumidor.

Versões temáticas ou de estações também podem mudar o aroma do perfume.

5 – Vencido

Lembram do que falei sobre perfume estragado? Perfumes por muito tempo na prateleira sofrem com os danos externos (sol, umidade, mudança climática, iluminação…). O perfume envelhece, mais ainda se for mal conservado.

Já falei como guardar o perfume corretamente aqui. Isso ocorre em casa, loja, banheiro… se não for bem conservado.

6 – Danificado

Em certos casos, não dá para notar. Um milímetro aberto, principalmente na válvula, onde costuma ocorrer com mais frequência, é suficiente para mudar o cheiro. Antes de comprar, procure ver algum dano no frasco.

7 – Falsificado

Infelizmente, isso é muito comum em lojas desconhecidas ou quando está muito barato. Se você foi uma das vítimas, certeza notará uma fixação menor, cheiro de álcool evidente e aroma diferente.

8 – Lote ruim

Nem sempre a culpa é do perfume falso. Qualquer empresa, por mais rigorosa seja no processo de fabricação, está sujeita a um lote ruim. Isso é mais raro acontecer, mas ainda acontece.

Se a procedência é confiável, entre em contato com fabricante e faça a troca do perfume.

Já passaram por isso? Notou alguma semelhança em algum desses quesitos? Comentem!

Leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *